Oposição pede à PF pressa e acesso às investigações sobre boatos do Bolsa Família.

28/05/2013 14:31

 

    BRASÍLIA — Deputados da oposição se reuniram na manhã desta terça-feira com o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, para pedir pressa nas investigações sobre o boato do fim do Bolsa Família. A PF investiga o que provocou a corrida aos bancos no final de semana de 18 e 19 de maio, quando 900 mil beneficiários sacaram R$ 152 milhões do programa. A Polícia trabalha com a hipótese de que a antecipação do pagamento feito pela Caixa poderia ter causado a correria às agências e tumulto em 13 estados. E investiga ainda a ação de uma empresa de telemarketing no Rio na divulgação do boato.

    — A ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos) falou que a oposição estava por trás disso, então fomos lá pedir pressa e acesso às investigações — explicou o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP).

 

Jornal Folha do Rio.