Claúdio Fonteles deixa Comissão da Verdade por divergências internas.

18/06/2013 13:46

O coordenador da Comissão Nacional da Verdade, Claudio Fonteles, pede demissão do cargo por divergências internas
Foto: Givaldo Barbosa / Arquivo O Globo - 04-02-2013

O coordenador da Comissão Nacional da Verdade, Claudio Fonteles, pede demissão do cargo por divergências internas

BRASÍLIA - O coordenador da Comissão da Verdade, Cláudio Fonteles, renunciou ao cargo e está deixando o grupo alegando desentendimentos internos. O pedido de renúncia de Fonteles, onde diz que a decisão é irreversível, já está na mesa da presidente Dilma Rousseff. O ex-procurador da República fazia parte do grupo formado integrantes indicados por Dilma.

Desde que o grupo foi formado se dividiu em dois por divergências de método de trabalho. Um liderado por Fonteles e Rosa Cardoso, e o outro por Paulo Sérgio Pinheiro e José Carlos Dias. Com a renúncia de Gilson Dipp por questão de saúde, no início do ano, os problemas se acentuaram. Desde então os integrantes da comissão não conseguiram sequer a chegar a um nome de consenso para indicar na vaga de Dipp . A presidente Dilma delegou ao grupo a decisão sobre a substituição. O nome de Luci Buff foi o único apresentado, mas quando chegou ao gabinete presidencial a indicada desistiu.

Por esses problemas, Dilma decidiu prorrogar o funcionamento da Comissão da Verdade até dezembro de 2014. A lei que criou o grupo estabelecia um período de dois anos de funcionamento ( até abril de 2014) . A lei agora terá que ser modificada.

Dilma tem demostrado impaciência com a atuação da comissão. No Planalto, entre os assessores mais próximos, a explicação para tantos problemas é que a comissão se transformou em “uma fogueira de vaidades”.



JORNAL FOLHA DO RIO