Rueda lamenta vice e diz que faltou experiência ao Flamengo: 'É um golpe duro'

15/12/2017 12:51

Treinador colombiano disse que as duas partidas das finais da Copa Sul-Americano tiveram características parecidas

ESTADÃO CONTEÚDO

Rio - O técnico do Flamengo, Reinaldo Rueda, classificou como um resultado "muito dolorido" o empate por 1 a 1 entre o time rubro-negro e o Independiente, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, no jogo de volta da final da Copa Sul-Americana. Na avaliação do treinador, fez falta em campo a experiência de jogadores como o goleiro Diego Alves, lesionado, e o atacante Paolo Guerrero, suspenso por doping. O resultado do jogo deu o título aos argentinos e frustrou a torcida, que lotou o estádio.

Rueda disse que as duas partidas das finais tiveram características parecidasGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

"É um golpe duro, muito forte. É muito dolorido por todo o nosso sonho e para a torcida", afirmou o treinador. "Infelizmente perdemos uma oportunidade. É uma equipe que teve muitas adversidades no caminho. Apesar de termos um elenco com homens de personalidade, perdemos jogadores vitais, importantes para nossas aspirações. Faltou essa experiência de jogadores como Guerrero, Diego Alves."

 

 

"Foi difícil pela tensão. Sabíamos que precisávamos evitar de tomar gols. Foi importante ter começado ganhando, mas faltou controle para evitar essa situação (de sofrer o empate). Eles sabiam que tinham o placar a favor", ponderou.Rueda disse que as duas partidas das finais tiveram características parecidas, mas o resultado conquistado pelos argentinos no primeiro jogo, no qual os campeões foram buscar uma virada e venceram por 2 a 1, acabou pesando. 

O treinador também preferiu não polemizar com a arbitragem. Houve muita reclamação por parte dos jogadores do Flamengo no pênalti que resultou no gol de empate do Independiente, enquanto a torcida reclamou bastante dos três minutos de acréscimos dados ao fim dos dois tempos do confronto - isso em uma partida que parou diversas vezes para atendimento aos jogadores. "Eu prefiro deixar essa análise (de arbitragem) para vocês da imprensa", declarou.